BEM VINDOS!

BEM VINDOS!

segunda-feira, 12 de abril de 2010

Tainá é uma guerreira kirimbau

TAINÁ 1
 
É uma indiazinha órfã de 8 anos que vive com o avô, o velho e sábio índio TIGÊ, em um belo recanto do Rio Negro, na Amazônia. Com TIGÊ como mestre, TAINÁ aprende as lendas e histórias de seu povo, convivendo intimamente com a floresta e seus animais.

Aos poucos TAINÁ se torna uma guardiã da floresta e faz de tudo para impedir o contrabando de animais. Assim consegue salvar o pequeno macaquinho de cair nas garras de SHOBA, um traficante de animais que com sua quadrilha, recebeu a encomenda de capturar uma macaca e um filhote da espécie Lagotrix, para serem utilizados em pesquisas no exterior. A este novo amiguinho TAINÁ e seu avô dão o nome de CATÚ (Bonito), que passa a ser seu companheiro inseparável depois da morte do velho TIGÊ. Protegida pelo amuleto Muiraquitã, uma pedra, deixada pelo seu avô, TAINÁ segue na luta em defesa da floresta.Perseguida por SHOBA e sua quadrilha, TAINÁ conhece RUDI, um solitário piloto de hidroavião que vive num porto flutuante às margens do Rio Negro. RUDI leva TAINÁ para uma pequena vila onde mora a bióloga ISABEL e seu filho JONINHO, que a contra gosto está morando na selva, acompanhando a mãe em suas pesquisas científicas, longe das delícias dos shoppings e cheeseburgers as quais não consegue esquecer. O convívio entre eles se torna difícil, pois JONINHO desdenha a indiazinha e seus hábitos.
TAINÁ então resolve deixar a vila, mas JONINHO que já planejava uma 'fuga' para pregar uma peça na mãe, a segue, e agora terá que aprender com ela a sobrevivência na floresta.
Sentindo-se enganados por SHOBA, que lhes enviou um macaco de espécie diferente da 'encomenda', chegam a Manaus a Miss MEG e seu assistente SMITH. Eles descobrem que ISABEL esta fazendo pesquisa similar a deles, e ordenam a SHOBA que achem JONINHO para capturarem o disquete que contém resultados de anos de trabalho desenvolvidos pela mãe do menino.
TAINÁ, JONINHO e CATÚ, tem agora no seu encalço SHOBA e seus atrapalhados assistentes, BOCA e BIRIBA, que farão de tudo para pegá-los. Somente a coragem de TAINÁ e a ajuda do espirito de seu avô, poderão livrá-los desta situação.


TAINÁ 2 – A AVENTURA CONTINUA


Tainá 2 – A aventura continua, retoma a história da pequena índia, agora adolescente, que já tinha protagonizado outra aventura em Tainá – Uma aventura na Amazônia. Nessa continuação a temática se amplia: além da luta contra o comércio de animais silvestres, muitos deles em extinção, os povos da floresta, representados no filme pela heroína, lutam contra o desmatamento irresponsável, simbolizado no filme pelos cortes de árvores centenárias. Além da sua luta pela preservação da floresta, Tainá ajuda a pequena índia Catiti, de seis anos a encontrar seu xerimbabo, um animal de estimação. Mas acabam encontrando Boris, um pequeno cão que se perdeu do dono, o menino Carlito que veio da cidade passar as férias com o pai, um biólogo preservacionista.

PERSONAGENS
Tainá é a guerreira kirimbau, inteligente e determinada, capaz de se comunicar com os bichos. Hábil no manejo do arco e flecha e da zarabatana faz uso do conhecimento ancestral dos povos da floresta para defender o ambiente onde vive.
Catiti é uma indiazinha de seis anos em busca de seu xerimbabo, bichinho de estimação.
Carlito é um menino que veio da cidade para passar as férias com o pai Gaspar. Ele trouxe Boris, um pequeno cão que se perde na mata, resgatado por Catiti. Carlito é curioso e corajoso. Aos poucos, vai aprendendo a viver na floresta.
Gaspar é um biólogo defensor da floresta. Ele combate queimadas e serrarias clandestinas.
Zuzu é uma comerciante gananciosa e sem escrúpulos que manda capturar animais da floresta para revendê-los.


CURIOSIDADES
Eunice Baia, a atriz dos filmes Tainá 1 e 2, nasceu em Vila do Conde, município de Barcarena, no estado do Pará. Seus pais são descendentes de índios. Ela foi escolhida entre 300 crianças de todo Brasil. Tinha 8 anos quando fez o primeiro filme e treze quando foi realizado o segundo. As gravações foram feitas nas cidades de Manaus e Ubatuba. A cidade de Ubatuba, localizada no estado de São Paulo, serviu como "Amazônia" para a realização de várias cenas, especialmente as que eram feitas em planos fechados. Em conjunto, Tainá 1 e Tainá 2 conquistaram 19 Prêmios em Festivais Nacionais e Internacionais, 1.700.000 espectadores nas salas de cinema, 90 milhões de espectadores na TV aberta do Brasil e da
América Latina, além de 260 mil DVDs vendidos no país. O filme também foi visto por 2 milhões de alunos atendidos em projetos educativos.

TRABALHANDO O FILME EM SALA DE AULA
Indicado para trabalhar em aula com alunos do Ensino Fundamental I e II. O filme trata da luta de uma menina/adolescente para a preservação das condições ambientais (naturais e culturais) do seu meio, neste caso, a floresta amazônica. Para isso enfrenta caçadores e contrabandistas de animais silvestres, destruindo as armadilhas por eles instaladas e libertando diversos animais aprisionados. Confira algumas atividades que podem ser propostas para os estudantes nas aulas de Geografia, Ciências, História e Português, além de atividades integradas de reflexão e cidadania.
PALAVRAS-CHAVE: diversidade cultural, desmatamento, biodiversidade, desenvolvimento sustentável.

GEOGRAFIA
FUNDAMENTAL I
1. Pedir para os alunos compararem os meios de locomoção e de comunicação utilizados na floresta e na cidade.
2. Conversar com os alunos a respeito das plantas e árvores existentes na escola, no bairro e na cidade em que moram. Discutir a importância da existência de áreas verdes nas cidades. Se possível, junto com os alunos, plantar árvores na escola.



CIÊNCIAS
FUNDAMENTAL I
1. Contar para a classe a lenda da vitória-régia, retirada do sítio da Fundação Joaquim Nabuco. "Contam que certa vez uma linda índia apaixonada, quis transformar-se em estrela. Na esperança de ver seu sonho realizado, a linda jovem lançou-se às águas misteriosas do rio, desaparecendo em seguida. Iaci, a lua que presenciou tudo, num instante de reflexão, apiedou-se dela por ser tão linda e encantadora. Deu-lhe como prêmio a imortalização aqui na terra. Por não ser possível levá-la para o reino astral, transformou-a em vitória-régia (estrela das águas), doou-lhe um adorável perfume e espalmou-lhe as folhas para melhor refletir sua luz, nas noites de lua cheia.” Comentar com os alunos que a vitória-régia é a maior flor do mundo - ela chega a medir 2 metros de diâmetro. Pedir para representarem a história através de desenhos. Depois monte um painel com os desenhos das crianças.
2. Pedir para os alunos imaginarem que são árvores. Solicitar que, utilizando o corpo, mostrem o que aconteceria se:
a) as folhas estivessem balançando pela ação do vento;
b) um passarinho estivesse comendo os seus frutos;
c) ela estivesse sendo serrada.
Terminada a atividade conversar com classe para saber como se sentiram durante a atividade.
Link de apoio:
Fundação Joaquim Nabuco: www.fundai.gov.br



HISTÓRIA
FUNDAMENTAL I
1. Pedir aos alunos que, em grupos, pesquisem lendas, costumes e tradições dos indígenas. Cada grupo poderá ler uma lenda indígena e socializar com a classe, recontando a história com desenhos, dramatizações, cenários e figurinos criados pelos próprios alunos. Termine a atividade com uma roda de conversa para os alunos compartilharem as sensações que tiveram e discutirem as diferenças entre e o índio e o não-índio.
Link de apoio:
Fundação Joaquim Nabuco: www.fundai.gov.br
2. Perguntar aos alunos se eles possuem amuletos e como eles foram obtidos. Discutir com eles o motivo de utilizá-los.


PORTUGUÊS
FUNDAMENTAL I
1. Os trechos a seguir foram retirados do discurso de um chefe indígena ao presidente dos Estados Unidos da América, em 1854, em resposta à oferta de compra das terras indígenas.
“Portanto, vamos meditar sobre sua oferta de comprar nossa terra. Se decidirmos aceitar, imporei uma condição: o homem branco deve tratar os animais desta terra como seus irmãos.” “O que é o homem sem os animais? Se todos os animais se fossem, o homem..."
Pedir para os alunos completarem a frase e em seguida lerem para os colegas as frases que escreveram. Comentá-las e propor aos alunos que escrevam uma única frase, representando o pensamento da classe.


http://www.portacurtas.com.br/Filme.asp?Cod=1828#
Índios, Legião urbana
http://www.youtube.com/watch?v=9zdVUBatCfM&feature=related
Cara de índio, Djavan
http://www.djavan.com.br/letras.php?id=320
Todo dia era dia de índio, Jorge Ben
http://letras.terra.com.br/baby-do-brasil/365271/

ATIVIDADES INTEGRADAS DE REFLEXÃO E CIDADANIA

"A floresta é uma grande área inexplorada, cheia de mato, e de terras potencialmente importantes para plantações, explorações turísticas e industriais ligadas ao setor agro-pecuário. Além disso, segundo esse mesmo pensamento, essas reservas consomem recursos do governo federal na sua preservação".
Discutir em grupos o texto acima. Ao final da discussão o grupo deve se posicionar contrária ou favoravelmente em relação às idéias do texto. Cada grupo deverá apresentar sua conclusão para o resto da classe.
Outros links de apoio  Tainá

http://www.adorocinema.com/filmes/taina-2/taina-2.asp
http://www.taina.com.br/site.htm
http://globofilmes.globo.com/GloboFilmes/Site/0,,GFF63-5402,00.html
Brasil: Ambiente e Preservação
http://www.socioambiental.org/home_html
http://www.amazonia.org.br/
http://ibama.gov.br
http://wwf.org.br
Índios do Brasil
http://www.xingudoc.com.br/principal/index.php
http://www.funai.gov.br/indios/conteudo.htm
http://www.portacurtas.com.br/Filme.asp?Cod=1828#

Fonte: Tela Brasil
http://www.telabr.com.br/em-sala-de-aula

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe um comentário.

Postar um comentário